sábado, agosto 26, 2006

Delft: THE END...

Delft is no more... this is the last post I write from Delft... I was going to put pictures I took today in Delft. My last memories of this place... but it wouldn't make sense. Delft was about the moments, the people... so is these moments I will remember here... THIS IS DELFT HOW I LIVED IT...

See you guys... Delft is in my heart... you are all in my heart...

p.s.: the blog will go into an one week vacation, as so am I... but you already should expect that, after all I have a lot to catch up to...

quinta-feira, agosto 24, 2006

Mesmo a acabar...

Amanhã é o último dia na empresa... é estranho... está tudo a acabar...
A minha prima (a trenga na segunda foto a fazer-me concorrência) já se vai embora amanhã, na sexta é o Hugo e a Diana, e eu finalmente fecho a porta dos ERASMUS de 2005/2006 no sábado...

Até lá mais desenvolvimentos, e entretantos umas fotos dos últimos dois dias...



domingo, agosto 20, 2006

I AM STERDAM

E fiz hoje a que acredito tenha sido a minha última visita à capital deste país (e sim, Amesterdão é a capital, de certeza).
Um bocado de nostalgia, é certo, pois apesar de tudo, fora Delft, foi a cidade em que passei mais tempo (Leiden não conta).

Uma cidade fora do normal... para mais certo recordar.
Adorei demais... até ao um dia Amesterdão...

I AMSTERDAM

Fotografias...

As minhas visitas por cá andam a passear, e eu ando a fazer a minha última (de muitas) visitas por este país. Sentem-se todos muito inspirados com as máquinas... ora vejam bem... (dos lugares não vale a pena as fotos porque são já os mostrei por cá):

A minha primita Sofia em Amesterdão...

...e o Nuno na mesma cidade.

sexta-feira, agosto 18, 2006

Últimas Visitas...

Pois... mesmo antes da ida para casa, mais visitas... As últimas desta estadia por cá.

Desta vez a minha prima e o namorado vão cá estar até à ante-véspera da minha partida. Por isso se escrever menos já sabem.

p.s.: o meu relatório está a acabar... espero eu...

Temos nome oficial...

Hoje pela primeira vez temos o nome oficial no projecto a correr no protótipo. Ao fim destes meses todos já não era sem tempo, não é...

Depois do fantástico momento de inspiração em chamar ao jogo "DIKE SLAYER" em homenagem ao título mais "interessante / estúpido" que vimos até hoje para um simulador: "FIRE SLAYER" (isto para um jogo de treino de bombeiros cujo simbolo era um dragão), acabamos com o que podem ver a seguir. Não o mais original (eu queria "Breach: The dike inspection simulator"... mas a tradução em Holandês de breach não ficava bem, e a palavra dike em inglês também quer dizer lésbicas, e os clientes podiam não achar muito bem... até tinha piada... um jogo para procurar as lésbicas... :D ) mas o mais directo.

Para os curiosos o "cubo" é uma adaptação do símbolo da equipa da empresa em que o nosso projecto está englobado (somos uma sub-equipa, dessa equipa, se me faço entender).

segunda-feira, agosto 14, 2006

Prós e Contras

Vamos a uma pequena lista de pós e contra sobre a Holanda. Practicamente um ano depois da minha chegada cá, acho que já tenho direito a uma opinião sobre isto. Esta opiniões são a nível geral. Claro que a nível particular há excepções, mas isso é como em tudo. Escapam em quase todos os contras o membros da minha equipa de trabalho.

  • Pró - Uma mentalidade muito liberal a Holandesa, com drogas leves, eutanásia e prostituição legalizados.
  • Contra - A mentalidade liberal acaba precisamente quando se pára de falar nos assuntos acima referidos. Nas outras coisas às vezes custa entender os Holandeses. Uma mentalidade mesmo incompreensível. E muito frios na maneira de ser (nota do autor: Amesterdão não conta como Holanda, é outro mundo, diferente do resto do país).
  • Pró - As raparigas. Muitas loiras bonitas e de encher o olho por sinal. (Catarina... tu não estás a ler isto... é uma ilusão óptica)
  • Contra - As boas caracteríscas delas também acabam por aí. Foi rara a Holandesa simpática que conheci (encontrei algumas, mas para um ano cá, tenho de admitir que foi decepcionante). Tem todas a mania que são boas e se falamos para elas é de certeza porque que queremos mais alguma coisa (pelo menos na cabeça delas... enfim... até chateia)... e passado um ano já ficamos fartos de tantas loiras.
  • Pró - Eficiencia no trabalho. A maneira organizada como trabalham e como funcionam as equipas faz a diferença. A experiência de trabalhar cá fora foi/é sem dúvida gratificante, e faz-me abrir bastante os olhos. O trabalhar numa empresa média/grande (embora numa equipa pequena) e ver como mesmo assim se consegue fazer as coisas organizadas também ajuda.
  • Contra - Mesmo assim acredito que podiam ser muito mais produtivos se tivessem mais sentido prático. Às vezes parece que custa ligar o "ON". Há coisas que são óbvias e andam ali 'N' à volta para chegar a conclusões que estão ali à frente. Isto tanto a nível académico como profissional.
  • Pró - Método de ensino na faculdade. Não muito superior ao nosso (pelo menos comparado com a FEUP), honestamente, mas com uma visão muito mais virada para um mercado real de trabalho ou investigação.
  • Contra - Os alunos holandeses da faculdade. Os trabalhos deles pareciam desleixados (fora um ou outro muito bons, o resto ficou na base do mediocre). Não entendi isso. Sinceramente, acho que nesse nível até estámos muito mais bem servidos no Porto. (acho que é a falta de sentido prático de dois pontos acima)
  • Pró - Horário de trabalho, ambiente de trabalho nas empresas (na minha pelo menos) e qualidade de vida. Apesar de eles viverem no mundo deles fechados a todos que não são do pequeno circulo deles, dá-me a entender que a sua qualidade de vida é melhor, mesmo por causa do horário de trabalho.
  • Contra - O tempo e a comida... TIREM-ME DESTE FILME DE TERROR... Indescritível. Se há coisa que não vou sentir falta deste país é isto. Enquanto todos que estão a ler isto em Portugal estão cheios de calor, estou eu aqui a morrer de frio, a chover lá fora, e a pensar sériamente em ligar o aquecedor (ontem liguei mesmo). A comida não comento sequer...
Conclusão (também estava a escrever a conclusão do meu relatório de estágio antes de começar o post... coincidências):
Apesar da proposta para ficar cá ter sido tentadora, chego à conclusão que a Holanda é um país muito bonito para se viver um ano. Talvez até um ano e meio. Ver, conhecer e reflectir. Mas sou incapaz de me identificar com os Holandeses, e muito menos começar a organizar a minha vida cá, e por isso de volta à minha "Muy Nobre Sempre Leal e Invicta Cidade do Porto". O futuro? Esse vem aí... logo se verá...

p.s.: post grande? é a minha distração para não estar o dia todo a escrever o relatório de estágio.

domingo, agosto 13, 2006

Dike Patroller

A duas semanas da última viagem Amesterdão - Porto desta minha passagem pelos Países Baixos, o relógio está em contagem decrescente para a entrega do meu relatório de estágio.

Para aqueles que ainda não viram imagens do projecto, aqui ficam alguns "screen shots" deste "bebé" que vi crescer. Curioso é quando olho para alguns backups de há uns meses atrás a ver as diferenças.

Para quem conhece as paisagens deste país, é recordar...

Moinho à chuva... Trabalho chato este de ser viagiante de diques...

Coimboio da NS a passar. Deve estar atrasado como de costume...

Um passeio pelo canal... quantos destes eu fiz...

Nivel de treino... que nem a Lara Croft...

O dique rebentou... façam qualquer coisa...
(ou deixem a Holanda afugar-se... ehh ehh..) :)

sexta-feira, agosto 11, 2006

Aviões?

Possíveis atentados terroristas? Medo de aviões? O próximo vai-me levar da Holanda para Portugal, por isso que venha o avião... está quase... práticamente duas semanas...

quinta-feira, agosto 10, 2006

DÉJÀ VU...




Numa altura em que me estão sempre a falar em direitos de autor e referências aos documentos de outros, quando a fazer citação, eu quero saber se o Nuno Gomes ontem pagou os direitos de autor ao Madjer? Viram o golo? Comparem...

Mais descarado era dificil... mesma maneira, mesmo estádio e até mesma baliza. Alguém que fale com o puto...

A cortar todos os laços com a Holanda...

Pois... a practicamente duas semanas do meu retorno de vez a Portugal, eis que o que iria continuar Holandês na minha vida, para além de todas as boas memórias da passagem por cá, o treinador do meu FCP demitiu-se. Lamento, porque o achava um bom treinador e mais ainda porque o motivo que causou a ruptura tem o seu quê... ONDE ESTÁ O PONTA DE LANÇA PARA A EQUIPA?

A vender tantos bons jogadores, para onde vai o dinheiro? Enfim...

Continuemos é com as boas recordações:


quarta-feira, agosto 09, 2006

So sorry...

A todos os que costumam ler isto, e tiveram a paciência para vir vendo se o blog estava vivo... Sorry...

Estive sem computador uma semana e desde que o tenho o tempo não tem sido muito.
Estou na recta final, em menos de 3 semanas de volta a Portugal. Entretanto muito trabalhinho com o relatório.

Quanto a hoje, PARABÉNS para a Diana (para além de mim e o Hugo é a única sobrevivente neste momento do ERASMUS)... e agora devo escrever mais umas coisas nos próximos dias...