quarta-feira, novembro 30, 2005

As fotos d' "A NOITE".

Da festa já falei, fiquem agora com algumas das fotos:

A partida da minha casa para a festa (e sim, este é o meu quarto, difícil de advinhar, não?) :)

Chegada à festa e olhadela para o cartão de estudante (apenas para estudantes a festa, ou quase...)

O grupo da noite...

A "nossa querida" fotógrafa... (reparem na jovem desconhecida e loira ao lado direito dela... mesmo no espírito da festa)

O MESTRE... (tem que lhe dar espaço)

"Believe in God? My first name is Jesus..."

Os TUGAS...

Gritos pelas escadas...

Sorridi, stai per essere fotografato.

A companhia no regresso a casa e outro dos tugas mais porreiraços que pára por Delft...

Mais um jantar diferente...

E como não vou repetir posts e fotos, limito-me a reencaminhar-vos para o blog do João para vos falar de jantar de segunda-feira. E acabou-se o bacalhau...

"um jantar cá em casa" ... dele, entenda-se...
(clickar na frase entre aspas aqui em cima)

segunda-feira, novembro 28, 2005

COPS

O dia tinha sido sem incidentes se ao chegar a casa eu, o Bryan e o João não vissemos um aparato policial a crescer, com carros a chegar, uns à paisana outro identificados, polícias a subir para os telhados e a correr e não trocássemos o caminho para ver o que se estava a passar. Nisto o Bryan muda ainda mais radicalmente o caminho e vai pelo meio da polícia para ver o que se estava a passar. Ainda perguntou a um primeiro polícia o que se estava a passar, e tive a resposta "I can't tell you" (Não lhe posso contar). Na segunda tentiva, já comigo e com o João obteve a resposta "Just an incident, move along" (Apenas um incidente, continue a andar).

Com isto tudo a acontecer mesmo ao lado de nossa casa, subimos para o nosso piso, de onde viamos todo o aparato: um edíficio complemente cercado por polícias, dois polícias nos telhados, vários carros da polícia (à paisana e identificados) e ainda uma unidade canina que chegou mais tarde para entrar no edíficio.

No meio disto tudo e do "grizo" que apanhamos, não vimos mais nada... porque aparentemente não apanharam quem quer que seja... mas foi engraçado. Fica a recordação do incidente:

"Incidente", visto de minha casa. Qualidade é má, mas é o que se arranja.

domingo, novembro 27, 2005

Uma festa, um prédio, OITO ANDARES...

Estive hoje numa festa que posso dizer FORA DO NORMAL. Coisas de estudantes... um prédio de oito andares só habitado por estudantes que organizou uma MEGA festa. Cada piso com o seu tema, num ambiente fora do normal. DEMAIS... o pequeno senão era mesmo se os bombeiros resolvessem lá passar para ver o plano de emergência daquilo. Acho que levavam um daqueles chumbos...

Mas em vez de falar mais da festa, vou falar das pessoas com quem passei os melhores momentos na festa (os que estiveram pouco tempo comigo esta noite não tem direito a aparecer no post), porque ao longo de uma noite destas, estava-se sempre a trocar de pessoas com quem se estava:

Jordi (Catalunha... E NÃO DA ESPANHA)

O VERDADEIRO MACHO LATINO. Um sucesso... um mestre, só visto, é o primeiro na lista, porque é uma fonte de inspiração. Eu e o Danielle rendemo-nos ao seu poder e limitamo-nos a assistir às suas técnicas, que pelos vistos já foram fonte de inspiração em Berlim. O nome que o tratamos é Jorge, mas fica aqui o nome dele em Catalão.






Danielle (Itália)


Um dos aprendizes, que comigo assistiu ao explendor das tácticas do "Jordi". Teve o seu momento alto da noite quando na casa de banho usou o lavatório como mictório (a altura de facto estava certa, mas a torneira estava lá...)




Guilhermo (Espanh
a)

Não assistiu à cena anterior porque estava dentro da casa de banho e foi BEBER ÁGUA ao lavatório logo em seguida...












Zé (Alfacinha)


Depois da noite anterior (ver post anterior e foto ao lado) viveu o dia seguinte, e deu de caras com a realidade de tudo que tinha feito. (estes são os momentos mais divertidos...) Ainda assim foi à festa e agora seguiu de volta para Portugal. Foi mesmo muito fixe conhecer-te "miúdo".











Dani (Lagarto)


Membro do grupo "tuga" que andou a gritar pelas escadas. Um dos gajos mais fixes aqui em Delft (apesar de alfacinha e lagarto ao mesmo tempo) do meu ponto de vista, apesar de estar há uns séculos de aparecer cá em casa... mas agora como já tem net em casa, está sempre a adiar...









João (Invicta Cidade do Porto)


Deste gajo já nem falo mais... mas perdi o contacto com ele metade da noite, até que lá para o meio nos reencontramos, mesmo antes do inicio dos gritos tugas pelas escadas do prédio.












Marta (Biseu)


A menina que anda sempre connosco, e com a máquina fotográfica atrás, apesar de ter a certeza que não volto a por os olhos nas fotos, porque algures no processo de tirar a fotografia, e a fotografia chegar a mim as coisas desaparecem. Com um estilo de dançar muito engraçado (gosto, não estou a gozar) está lá sempre...








Michele (Itália) A.K.A. JESUS...


Depois da aparência "SO... GAY..." da noite anterior (ver foto) hoje já com o seu ar normal, é também conhecido por JESUS... Ele é o possuidor da FORÇA (ver Guerra das Estrelas). Quem sabe até mesmo o CHOSEN ONE. É preciso conhecê-lo para perceber...










Chiara (Itália)


Fez-me companhia na recta final da noite, no terrível processo de sair de uma festa e despedir-se das pessoas. Demoramos uns minutos largos a conseguir de facto descer os 8 andares (estavamos lá em cima), despedindo-nos de todos conhecidos que passavam por nós. Ainda me deu o prazer de a poder acompanhar a casa (foi um processo complicado, porque as raparigas não deixam assim à primeira um rapaz ser simpático, e dizia que não queria porque morava longe e só ia dar trabalho). Uma rapariga FENOMENAL...





Ana (Espanha)


Apesar de só ter passado um bocado da noite comigo fiquei mesmo muito contente por ela sempre ter ido à festa (estava com ideias de não ir). É das pessoas que gosto mais aqui em Delft e em quem confio mais (sim... sim... eu sei que é espanhola, mas pronto... que posso fazer a miúda é mesmo fixe...) apesar de achar que ela comigo é por ondas (será que é por eu dizer sempre tão mal dos espanhóis? uppppsss... ).


p.s.: o Bryan não lhe pus olho a noite toda, mas ouvi dizer que estava muito alegre...

sábado, novembro 26, 2005

Curiosidades.

Quando se passa algum tempo a navegar na internet acaba-se mais tarde ou mais cedo por encontrar ou receber estas curiosidades por e-mail. Como se trata de cultura geral, cá ficam algumas das que encontrei:

Está cientificamente provado que... se uma pessoa gritasse durante 8 anos, 7 meses e 6 dias, teria produzido energia suficiente para aquecer uma chávena de café...
( Não me parece que valha a pena tentar... ).

O orgasmo de um porco dura 30 minutos...
( 30 minutos... vocês leram isto.... 30 minutos, Puta que pariu ??!!! ... )

Dar cabeçadas contra um muro consome 150 calorias por hora...
(Ainda estou a pensar no porco, porra!...30 minutos?.... )

Uma barata viverá 9 dias sem cabeça, antes de morrer de fome...
(Que inveja eu tenho do porco !!! )

Alguns leões acasalam mais de 50 vezes por dia...
(Prefiro ser porco, qualidade em vez de quantidade! )

As borboletas saboreiam as suas próprias patas...
(Isso é algo que sempre quis fazer, mas falta-me elasticidade.)

O elefante é o único animal que não pode saltar...
(...30 minutos... Que loucura essa do porco!)

A urina do gato brilha fosforescente, sob uma luz forte...
(Pensaram bem?... São... 30 minutos !!!)

Os olhos de uma avestruz são maiores que o seu cérebro...
(Conheço gente assim...)

A estrelas do mar não têm cérebro...
(Também conheço gente assim...)

Os ursos polares são surdos...
(Os cães Pastor-Alemão são nacionalistas, a baleia Franca é franquista e o porco... O porco é demais! )

Os humanos e os golfinhos são as únicas espécies que têm sexo por prazer...
(E se um golfinho fizesse sexo com um porco ???? 30 minutos !!!! Que fenômeno !!!! )


E ainda dizem no reclame da BMW (ver postes anteriores), "Cabrões dos Sapos"... eu diria... "Cabrões dos Porcos"...

So wasted...

Com os trabalho da faculdade todos parados (por muita boa vontade que tivesse, só conseguia trabalhar num trabalho da faculdade, e nesse estou em pausa por motivos de relaxar para pensar melhor naquilo) resta-me arranjar outras coisas com que me entreter. Depois da minha PENÚLTIMA aula em Leinden (para a semana é mesmo a última), cheguei a casa e... dormi (acontecimento raro, porque é raro dormir de tarde), mas estava a chover tanto que só mesmo em casa é q se estava bem.

Depois de jantar (na nova casa da Ana) fomos a mais uma festa "dutch style". Apartamento de estudantes holandeses, com montes de gente (holandesa) e nós... a festa foi mesmo muito fixe, tendo a volta para casa sido feita a pé porque o Zé (amigo do Daniel e cá de visita), estava com uns ligeiros problemas de equilibrio... No fundo até foi divertido, e até gostei da maneira como um benfiquista (como ele é) me disse que o Porto ia ser campeão este ano. (vamos a ver se depois ele se vai lembrar disso).

Porto VS Benfica falando holandês...

Boletim meteorológico....

Devido às enormes queixas acerca do tempo que tenho vindo a receber de Portugal através do messenger, faço uma comparação entre o tempo no Porto e em Delft à mesma hora (se virem que as horas estão diferentes, reparem melhor, é por causa do fuso horário).
Depois de verem, PAREM DE DIZER QUE AÍ ESTÁ MAU TEMPO E ESTÁ FRIO...

Ponho os dois para terem termos de comparação ao que eles avaliam. Vejam a velocidade do vento cá, e a hora do pôr do sol. Depois disso reparem bem nas temperaturas TODAS...

sexta-feira, novembro 25, 2005

I HATE NS MOVEMENT...


Vou criar o movimento "I HATE NS", em português, "EU ODEIO A NS".

A NS é a companhia de comboios da Holanda. Para além dos atrasos frequentes e de por as pessoas a trocarem de um comboio para outro sem razão aparente (eu não percebo os avisos, apenas sigo a multidão), hoje o meu comboio para a Bélgica não partiu, porque "ahh... pelos vistos não há locomotiva para o comboio então esse comboio hoje não vai haver... tem de esperar pelo próximo".

Mas COMO NÃO HÁ LOCOMOTIVA? Sem comentários... este sistema de comboios deles tem muito a desejar, e lá passei eu mais duas horas sem ter que fazer em Roterdão. Tenho de tratar de arranjar amigos lá para ir para casa deles sempre que isto me acontece. Já começa a ser hábito passar tempo em Roterdão sem ter que fazer...

ENFIM... afinal não somos só nós em Portugal com problemas...

Vou ali à Bélgica e volto já...

Bem... fui dar autenticamente um salto à Bélgica.

É a vantagem de estar no centro da Europa, vai-se a todo o lado num instante. Neste caso foi uma boa amostra disso porque só decidi a minha ida no momento que pus o despertador para me acordar (pensei, vou por a despertar numa hora para ir à Bélgica... e lá fui).
A minha prima estava em Leuven, na Bélgica (já deu para perceber, não?), uns kilómetros a sul de Bruxelas e fui lá dar-lhe dois beijinhos. Fiquei a conhecer a cidade (apesar da visita relâmpago, deu para conhecer muita coisa, porque a cidade era pequena) e ainda estive um bocado com família. Como recordação ficam como sempre algumas fotos.

Leuven, uma cidade completamente universitária.

Eu e a minha prima Berta por lá e o mundo a passar por nós...

p.s.: Na ida para lá ainda tive umas aventuras mas isso fica para outra altura em que vou contar o meu novo ódio pelos comboios holandeses.

quinta-feira, novembro 24, 2005

As minhas fitas...

Ainda faltam 5 meses e pouco, mas já começo a pensar nas minhas fitas. Depois de voltar a Portugal certamente vou trazê-las para a Holanda para as começar a assinar. Já tenho cá pessoas que me dizem muito, e não vou deixar de as recordar naquela que será a recordação máxima de todos que me acompanharam na vida académica. Assim fica a recordação de quando me as impuseram para que no meu aniversário finalmente receba a cartola e bengala, iniciando assim a recta final para a conclusão do curso.

p.s.: e nem tenham dúvida que na minha última serenata subo a palco... ainda faltam uns meses mas é um dos meus próximos objectivos. Em termos de praxe, nos últimos dois anos a semana da queima custou muito a passar, a ver as cartolas de quem entrou comigo em Electro.

Things to say that won't get you laid...

Depois do fim-de-semana em Alkmaar conheci novas pessoas, e com as novas pessoas novos blogs :) . Assim e num dos meus passeios por estes blog's descobri esta história do blog do Barry, um irlandês com muita dose de maluqueira, e ao mesmo tempo extremamente divertido. Quando li o blog (que é sobre as histórias dele aqui em Delft), achei piada ao post, até alguns minutos depois cheguei à conclusão, a falar com a Caroline, que esta história ACONTECEU MESMO, entre o jovem da fotografia, de origem turca, e uma rapariga irlandesa.

Assim fica aqui o extracto do blog do Barry:


p.s.: para quem não percebe inglês, e MUITO resumidamente, um rapaz conhecido do Barry, quando já estava na cama com a rapariga (também amiga dele), aos beijos e assim, virou-se para ela e disse: "ouvi dizer que gostas de ir para casa com um homem diferente todos os dias...". Ao que ela respondeu com, arrumando as suas coisas, sair pela porta fora.

terça-feira, novembro 22, 2005

João: Simplesmente, mais um acidente.

Vários acidentes depois, há uns dias atrás no aniversário dele, oferecemos ao João um kit para a bicicleta dele, para ver se ajudavamos na segurança rodoviária de Delft. Entre um buzina (da barbie) e umas bolinhas muito bonitas para as rodas (podem ver no blog dele), estavam umas rodas para colocar nos lados da bicicleta (tipo os miudos pequeninos). Só que por causa do sistema de mudanças só deu para por de um lado. ERRO FATAL.

Hoje o João adicionou mais um acidente à sua conta pessoal, e não é que caíu precisamente para o lado onde não tinha rodinha... depois tratou de dizer que tinha sido culpa minha (yah, right...) até que por fim em sua defesa tratou de dizer: "pois, eu ia assim aqui no meu caminho a por o relógio (e nisto explica que IA SEM MÃOS AO VOLANTE) e tu vieste para o meu caminho". Eu ia completamente em linha e a olhar para a estrada, e ele ia a pôr o relógio e sem mãos no volante... Não digo mais nada, tirem as vossas conclusões...

Resultado: a bicicleta dele tocou na minha, espalhanço do "miúdo" pelo chão... e lá ficou pelo chão uns momentos...

Fiquem com a fotografia de um dos outros acidentes anteriores (desta vez não houve registo fotográfico):


p.s.: o resto da noite, foi a trabalhar até esta hora... depois digo mais coisas...

segunda-feira, novembro 21, 2005

Mais momentos de Alkmaar...

As fotografias que se seguem (assim como a anterior) são da exclusiva responsabilidade da máquina fotográfica do Francesco (o jovem italiano que está na imagem seguinte a fazer-me companhia com as caretas). Qualquer anormalidade referente à selecção das fotografias da máquina dele presentes neste blog, deve-se ao facto de ter sido eu a fazer a selecção.

Os dois estarolas (perdemos o terceiro).

The flat mates (tem de ser assim para o Bryan perceber).

Novo conceito: em vez de soprar ao balão, soprar ao sapato.

Os colegas de quarto (faltam os outros todos).

p.s.: Mais fotos virão, assim que arranjar as fotos do resto do pessoal...

Alkmaar.

Voltei há um bocado depois de um fim de semana em Alkmaar (para quem entende um nadinha de futebol, a terra do Co Adriaanse).

Foi muito fixe, mas não tirei muitas fotos com a minha máquina porque ela continua a fazer das suas e tem vontade própria: quando lhe apetece tirar... tira, quando não lhe apetece... não tira.

Deixo aqui só umas fotos, e depois, quando recolher do resto do pessoal ponho por cá mais coisas.

O símbolo de Alkmaar.

A quinta espectacular onde ficamos.

Os queijos que por lá são tradição...

quinta-feira, novembro 17, 2005

Agradar a Gregos e Troianos....

Pois... mudei a aparência disso. Mas como é impossível agradar a gregos e troianos, já houve quem gostasse mais das cores anteriores e quem dissesse que já não era sem tempo e que agora estava muito melhor...

Por isso ressabiem para aí e deixem comentário... e digam de vossa justiça, o que acham que fica melhor, este ou anterior? O mais certo é não mudar, mas fico a saber o que acham.

--- TRANSLATION

I'm not going to fucking translate everything... Just say if you like more the new look from the blog, or the old one? Leave a comment (it's in the same place as always...).

Recapitular II

Ontem dizia que não entendia a diferença entre as faculdades. Hoje entendi durante a aula:

DINHEIRO... MUITO DINHEIRO DE DIFERENÇA.

Na FEUP para arranjar material de Realidade Virtual na prática não temos nada. Hoje um aluno que está a fazer doutoramente disse durante uma apresentação: "então há uns anos tinhamos milhões para gastar em material e compramos esta máquina (um mega computador) e um laboratório virtual (diga-se que não existem muitos)."

Pedi ao professor para ver se era possivel eu ver este laboratório...e ele vai-me meter lá durante uma apresentação a alunos de doutoramento para a semana... (espero! foi o que ele me disse pelo menos...).

p.s.: durante a aula também gostei da realidade com que se fala aqui: "as aplicações do futuro que mais vão tomar partido da Realidade Virtual são muito provavelmente a pornografia e os jogos".

Recapitular I

Eu já disse que odeio mesmo o tempo cá, não já?

Saí de casa para a faculdade às 13:30 e estava um bocado frio mas de resto o céu limpo...

Vim da faculdade às 17:45 estava a chover bastante e um frio de rachar...

Neste momento (19h00m) cai saraiva lá fora... agora imaginem porque tenho este sentimento...

A este ritmo, e a conhecer o tempo Holandês como ando a conhecer, amanhã vai estar um lindo dia de... sol.

quarta-feira, novembro 16, 2005

Chocolate Holandês

Para os que perguntam qual é a diferença entre os chocolates da Holanda e do resto da Europa:

Portugal VS Países Baixos (académicamente falando)

Estão calmas as coisas por cá.

Recebi a minha primeira VERDADEIRA nota desde que cá cheguei:

8,5 numa escala de 0 a 10. Fiquei contente... até porque foi das notas mais altas... (só mesmo três noves como notas mais altas, e algumas notas iguais, não muitas), ou seja acima da média.

Foi um trabalho bastante razoável no meu ponto de vista, e faz-me pensar, sendo estas uma das faculdades do topo dos topos na Europa, estaremos nós em Portugal assim tão atrasados? Pelo menos no meu ramo a sensação que me fica é que é um claro não. Sinto-me com a vida mais fácil aqui que lá, e não sou nem de perto tratado de uma forma mais "soft" por ser ERASMUS.
Nem o facto de ser estrangeiro ajuda nisso, porque tenho cadeiras de mestrados e muitos dos alunos de mestrado são estrangeiros. Faço os trabalhos que eles tem que fazer, e sou tratado igualzinho a eles (não que isso seja sempre bom).

Admito que a atitude dos alunos é diferente, e por isso talvez o maior sucesso da faculdade, mas se vejo um nível de alguns alunos à frente do normal, não me sinto com o mínimo "handicap" por vir da minha Faculdade. Pelo contrário.

Esta é a imagem do meu trabalho, já que não o posso demonstrar, como o Gonças está sempre a dizer que eu o gosto de fazer, explico: era uma simples fonte de água, com a respectiva animação, onde se via a água a mexer, quer da fonte própriamente dita, quer da que está no fundo. Estava giro... o próximo trabalho agora é ainda mais à frente...

P.S.: GRANDE VANTAGEM DAQUI: Aqui, ao contrário de Portugal, os directores dos cursos e professores ligaram o cérebro (volto a dizer que em Portugal está bem desligado os cérebros desta gente neste aspecto) e ao fim de 45 minutos os professores fazem SEMPRE um intervalo de 15 min. Não há cá nem sequer aulas de hora e meia seguidas. Por isso as coisas rendem SEMPRE muito mais. Para quando uma medida destas para Portugal?

E esta, hein!? (como diria o Fernando Pessa )

segunda-feira, novembro 14, 2005

Felicidade outra vez...

Passou-me a tristeza... Já vi o mar (apercebi-me que sinto é falta do meu carro, porque se o tivesse o mar está à mesma distância da minha casa), os trabalhos correm melhor (já passou o de Leiden, já só tenho de voltar lá mais 4 vezes), fiz as contas e no Natal vou passar pelo menos 3 semanas a casa e com sorte ainda apanho um ensaio de Pauliteiros, já há enfeites de Natal na rua, não chove e sei lá que mais... hoje vejo só as coisas pelo lado positivo...

A próxima foto? É a que vejo centenas de vezes por semana quando estou no Porto... é a vista do meu carrinho quando o estou a conduzir (a seguir à foto espetei-me contra uma parede porque não estava a olhar para a frente)...

Pronto... não me espetei contra uma parede... pelo menos dessa vez. Um dia destes mostro uma fotografia de "corpo inteiro"...

O boneco? Claro que é o Garfield... não existe boneco que eu mais goste que ele... é o gato com mais atitude de sempre...
Já lá vai um tempo que não o uso como avatar em nada... estranho...

A música? FEELING ALIVE do GOMO. Sempre que estou feliz esta é a minha música... E neste momento é o que sinto...

A última parte da música dedico-a simplesmente à Catarina:

"I know what I want, I know what I need,
I know what I need, everything you can give,
And you give me so much, that I don't have to search,
I'm feeling so fine, because I love you..."

A minha primeira vez...

Animei hoje. Estou contente... :)

Isto é assim em mim funciona por humores. Já estou a trabalhar em alguma coisa que gosto (o trabalho de 3D Computer Graphics) e imagina-se... já sei cozinhar um dos meus pratos favoritos, ainda por cima, para várias pessoas.

Hoje pela PRIMEIRA VEZ fiz bacalhau-à-brás (afinal até é fácil - os que estavam a pensar que a primeira vez ia trazer outro assunto... desculpem... isto é um blog para todas as idades) sozinho. Bem... sozinho não, porque no que toca a cozinha o Piero (o nosso chef de momento - o Stefano está para fora) dá sempre a ajuda preciosa. Mas desta vez lá estive eu de colher numa mão... telemóvel na outra telefonar para a Catarina para saber como é que se fazia mesmo - vá lá, só liguei duas vezes - e o resultado final foi aprovado unanimamente como estando muito bom...

Duvidas? Vejam as fotos...

domingo, novembro 13, 2005

Um dia bom...

Voltei a ver um pôr do sol no mar... por isso ganhei o dia...

De que tenho saudades? Do mar... de estar sozinho com ele e simplesmente pensar ao bater das ondas.

Amanhã volto ao trabalho...